Pesquisa coproparasitológica em anatídeos

Imagem de Miniatura
Data
2018
Autores
Bruno, Fernanda
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Editor
UNISA
Resumo
Este trabalho tem como objetivo a identificação dos parasitos intestinais mais prevalentes em anatídeos criados em regime extensivo no município de São Paulo, mediante a realização de exames laboratoriais de amostras fecais. Descrevendo informações desde coleta das amostras fecais, acondicionamento e técnicas de diagnóstico. Material e método: Durante o ano de 2018 foram coletadas amostras fecais de várias espécies de anatídeos, entre eles Pato Mandarim, Marreco Carolina, Tadornas e outros, provenientes de criação extensiva, localizada no Município de São Paulo - SP. Cada amostra representou um pool de fezes de cada recinto da criação. Foram coletadas amostras de aves com sintomatologia clínica de endoparasitose ou não, após o exame clínico e identificação da espécie. Para o diagnóstico coproparasitológico, as amostras foram coletadas através do teste diagnóstico Coproplus® e posteriormente analisadas individualmente em laboratório. Após análise individual das amostras foram encontrados os seguintes parasitos, nas respectivas proporções: Eimeria spp 34%, Capilaria spp 15%, Heterakis spp 6% e Ballantidium 15%.
Descrição
Palavras-chave
Endoparasitoses, Anatídeos, Oocistos, Endoparasitoses, Anatídeos, Oocistos
Citação
BRUNO, F. Pesquisa coproparasitológica em anatídeos. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Medicina Veterinária) — Universidade Santo Amaro, São Paulo, 2018.
Coleções