Parceria ensino-serviço como estratégia para melhoria da qualidade de vida de servidores com agravos crônicos

Imagem de Miniatura
Data
2015
Autores
Xavier, Angela Mitzi Hayashi
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Editor
UNISA
Resumo
A qualidade de vida é teoria e prática que interessa as mais diversas áreas (saúde, publicidade, engenharia entre outras) e tem sido amplamente divulgada e questionada. Atualmente quando se fala em qualidade de vida encontram-se aspectos múltiplos e subjetivos, dificultando um consenso conceitual. Há necessidade de se considerar a percepção do indivíduo, os sentimentos, as crenças, as expectativas. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) qualidade de vida é “a percepção do individuo de sua posição na vida, no contexto da cultura e sistema de valores nos quais ele vive, e em relação aos seus objetivos, expectativas, padrões e preocupações” e ainda sofre influência da saúde física, psicológica, nível de independência, relações sociais e inter-relação com o ambiente. Vários fatores podem interferir na qualidade de vida, diminuindo a sensação de bem estar do indivíduo e há grande frequência dessa interferência através de sintomas físicos como fadiga muscular e dor e ambos podem interferir no humor e qualidade de vida. A atividade física específica pode favorecer a melhora das dores e do bem estar.
Descrição
Palavras-chave
Promoção da Saúde, Qualidade de Vida, Dor, Exercício
Citação
XAVIER, Angela Mitzi Hayashi. Parceria ensino-serviço como estratégia para melhoria da qualidade de vida de servidores com agravos crônicos. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) — Universidade Santo Amaro, São Paulo, 2015.