Comportamento do desempenho físico-funcional e padrão de apoio dos pés no retorno da prática esportiva de corredores com fascite plantar durante dois anos da pandemia da Covid-19

Imagem de Miniatura
Data
2023
Autores
Nardi, Mariana
Pinto, Luiza Guido
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Editor
UNISA
Resumo
Introdução: A fasciite plantar (PF) é a terceira lesão musculoesquelética mais comum em corredores, a qual contribui para incapacidade funcional em 10-15% deles. Atualmente, especula-se como os corredores com FP apresentavam em seus aspectos funcionais, da postura dos pés e do apoio plantar no retorno da prática esportiva em período de pandemia da COVID-19. Objetivo: Avaliar o comportamento de físico-funcional e padrão do apoio plantar dos pés no retorno da prática esportiva de corredores com e sem fasciite plantar ao longo de dois anos de períodos de oscilações de bloqueio da pandemia de COVID-19 no Brasil. Design: estudo coorte prospectivo. Métodos: Um total de 40 corredores foram avaliados e divididos em dois grupos: 20 corredores com fasciite plantar e 20 corredores controles. A dor nos pés foi avaliada pela Escala Visual Analógica. Os aspectos físico funcionais pelos questionários: FFI (Foot Function Índex), o Foot and Ankle Ability Measure (FAAM) e o Lower Extremity Functional Scale (LEFS). O padrão de postura dos pés pelo Foot Posture Index (FPI) e a distribuição da pressão plantar sobre os pés durante a marcha realizada sobre a plataforma de pressão (Loran, Itália) a uma frequência de 100 Hz. Análise Estatística: Os efeitos de grupos foram calculados por meio do teste t Student independente, considerando um nível de significância de 5%. Resultados: Os corredores com FP apresentaram pior dor e saúde dos pés, bem como diminuição da funcionalidade do tornozelo-pé e dos membros inferiores em relação aos corredores controles, ao retorno a prática de corrida entre os anos de 2021 e 2022 da pandemia da COVID-19. Além disso, os corredores com FP apresentaram uma postura de apoio dos pés mais supinado e com aumento da taxa de sobrecarga plantar sobre antepé e retropé (medial e lateral) quando comparados aos corredores controles. Conclusão: Os corredores com fasciite plantar, ao longo de dois anos de períodos de pandemia de COVID-19 e no retorno da prática esportiva, mostraram pior saúde dos pés, redução da funcionalidade do tornozelo pé e dos membros inferiores, bem como uma postura de apoio dos pés mais supinado e com aumento da taxa de sobrecarga plantar sobre antepé e retropé.
Descrição
Palavras-chave
Corredores, Fascite Plantar, Sobrecarga, Funcionalidade
Citação
NARDI, Mariana; PINTO, Luiza Guido. Comportamento do desempenho físico-funcional e padrão de apoio dos pés no retorno da prática esportiva de corredores com fascite plantar durante dois anos da pandemia da Covid-19. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Medicina) - Universidade Santo Amaro, São Paulo, 2023.
Coleções