Alterações hematológicas em cães diagnosticados em ehrlichia canis por PCR ou sorologia

Imagem de Miniatura
Data
2019
Autores
Queiroz, Sthephany Erings de
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Editor
UNISA
Resumo
A Erliquiose Monocítica Canina no Brasil vem apresentando casuística crescente em hospitais e clínicas veterinárias. Devido a necessidade de realizar um diagnóstico rápido para melhor bem-estar do animal, existe a necessidade de mais conhecimento sobre as alterações hematológicas presentes em animais com suspeita de Erliquiose canina. Essas informações podem ser de grande ajuda para o médico veterinário, especialmente em casos com sintomatologia inespecífica, que podem evoluir para um quadro de prognóstico reservado a ruim. O presente projeto possuiu como objetivo geral, avaliar as alterações hematológicas em cães atendidos no Hospital Veterinário da Universidade Santo Amaro, apresentando trombocitopenia e diagnosticados com Ehrlichia canis. Os objetivos específicos foram: (1) Correlacionar os dados encontrados no hemograma dos cães com diagnostico molecular e sorológico positivo para E. canis; (2) Correlacionar os dados encontrados no hemograma dos cães com diagnostico sorológico positivo para E. canis. Os 54 (cinquenta e quatro) cães foram divididos em 3 grupos para análise deste estudo científico, sendo distribuídos da seguinte maneira: Grupo 1: cães apresentando alterações clínicas ou trombocitopenia no hemograma e com diagnostico molecular e sorológico positivo para E. canis; Grupo 2: cães apresentando alterações clínicas trombocitopenia no hemograma e com diagnostico sorológico positivo para E. canis; Grupo 3: cães apresentando alterações clínicas ou trombocitopenia no hemograma e negativo no diagnostico molecular e sorológico para E. canis. Com este estudo pode-se concluir que: a) a trombocitopenia e a anemia são os mais importantes achados hematológicos em todas as fases da enfermidade, podendo também ocorrer a pancitopenia; b) testes moleculares e sorológicos são úteis e devem ser utilizados em conjunto com a história clínica do animal com fim de diagnosticar e diferenciar a doença entre as fases aguda, crônica e assintomática.
Descrição
Palavras-chave
Erliquiose monocítica canina, Ehrlichia canis, Trombocitopenia
Citação
QUEIROZ, S. E. Alterações hematológicas em cães diagnosticados em ehrlichia canis por PCR ou sorologia. 2019. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária) — Universidade Santo Amaro, São Paulo, 2019.