Os benefícios do treino de tarefa dupla para marcha em indivíduos com Parkinson: revisão de literatura

Imagem de Miniatura
Data
2022
Autores
Fernandes, Vinicius Campos
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Editor
UNISA
Resumo
A doença de Parkinson (DP) é uma patologia neurodegenerativa, progressiva de caráter idiopático que acomete a sustância negra da parte compacta do mesencéfalo, afetando o circuito dopaminérgico dos núcleos da base que desempenha papel importante na regulação de movimentos automáticos. Essas alterações implicam em déficits motores: bradicinesia, acinesia, perda de reflexos posturais, ativação anormal do sistema motor, rigidez e tremor. A DP resulta em alterações na marcha, sendo proveniente da redução de movimentos, dificuldade de iniciar a caminhada devido à redução da velocidade, do equilíbrio e à instabilidade estática e dinâmica, outro fator contribuiente está na estruturação dos movimentos automáticos que permitem que o individuo realize outra tarefa de forma simultânea sendo denominada dupla tarefa (DT) que são essenciais para a funcionalidade do individuo, porém, portadores da DP tem agravamento da deficiência da marcha quando são submetidos a condições de DT. A intervenção de DT consiste no desempenho da capaciadade de executar duas tarefas de forma paralela, integrando tarefas motoras á estimulos cognitivos, motores ou sensitivos.
Descrição
Palavras-chave
Fisioterapia, Treinamento de força, Doença de Parkinson
Citação
FERNANDES, Vinicius Campos. Os benefícios do treino de tarefa dupla para marcha em indivíduos com Parkinson: revisão de literatura. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Fisioterapia)—Universidade Santo Amaro, São Paulo, 2022.
Coleções