Perfil laboratorial e molecular para agentes transmitidos por carrapatos em cães participantes de triagem para doação de sangue em municípios de São Paulo

Resumo
As hemoparasitoses caninas são doenças causadas por microrganismos, transmitidas por carrapatos e comumente encontradas na clínica veterinária de pequenos animais. Essas doenças representam um problema histórico e emergente em diversos países do mundo, por sua alta prevalência, relevância e por riscos a saúde pública, já que algumas são consideradas zoonoses. O diagnóstico desses patógenos é um grande desafio na Medicina Veterinária o que o torna motivo de diversos estudos. A medicina transfusional vem crescendo dentro das práticas veterinárias devido à grande demanda e necessidade do uso de hemocomponentes em doenças específicas ou emergências. Esse aumento requer que os bancos de sangue refinem seus protocolos de coleta e produção de componentes sanguíneos para atender clínicas e hospitais. Dentro desse protocolo se encontra a triagem de doadores de sangue, crescendo assim a preocupação em relação aos mesmos, que passam por uma rigorosa triagem para serem aptos à doação, visando a não propagação de doenças infecciosas e cada vez mais oferecer um produto de boa qualidade para o receptor. O presente trabalho avaliou a infecção por Anaplasma platys, B. canis vogeli, Ehrlichia canis, R. vitalii e R. rickettsii em cães através do diagnóstico molecular e sorológico e correlacionou com os dados encontrados no hemograma durante a triagem para doação de sangue. De 159 amostras analisadas, 8,17% (13/159) foram positivas em PCR para pelo menos um agente, sendo que 3 amostras apresentaram infecção concomitante. Ao exame sorológico o resultado foi não reagente para todos os agentes. Apenas 7 amostras (4,40%) apresentaram alteração hematológica e dessas, apenas 1 estava relacionada ao agente Ehrlichia canis. Os resultados obtidos por esta pesquisa serviram para entender a importância de uma boa triagem de doadores de sangue canino em relação aos principais agentes infecciosos e compreender quais métodos diagnósticos podem auxiliar neste processo de maneira prática e rápida.
Descrição
Palavras-chave
Hemoparasitoses, Triagem de doadores, Ehrlichia canis
Citação
REGGIANI, D. G. Perfil laboratorial e molecular para agentes transmitidos por carrapatos em cães participantes de triagem para doação de sangue em municípios de São Paulo. 2020. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária) — Universidade Santo Amaro, São Paulo, 2020.