Ciências Biológicas

URI Permanente para esta coleção

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 5 de 32
  • Item
    Nova madeira gimnospérmica da formação pedra de fogo, permiano da bacia do Parnaíba, nordeste do Brasil
    (UNISA, 2024) Conceição, Domingas Maria da
    Madeiras gimnospérmicas anatomicamente bem preservadas são abundantes nos depósitos do Permiano da Bacia do Parnaíba, principalmente nos afloramentos da Formação Pedra de Fogo, no entanto, estudos taxonômicos dessas madeiras ainda são poucos. No presente trabalho, descrevemos uma madeira fóssil de gimnospermas dos estratos do Permiano Inferior (Cisuraliano) da Formação Pedra de Fogo no município de Duque Bacelar, sudoeste do Estado do Maranhão, nordeste do Brasil. O material foi estudado a partir dos métodos tradicionais de estudos de anatomia de madeiras, isto é, realização de seções finas da madeira em três planos distintos (transversal, tangencial e radial. Adicionalmente, para a obtenção de melhores dados da seção radial, análises em microscópio de varredura (MEV) também foram realizadas. A madeira em questão apresenta uma medula ampla, não septada, formada apenas por células parenquimáticas, e xilema primário do tipo endarco. O xilema secundário é picnoxílico, sem anéis de crescimentos distintos. As pontoações radiais nas paredes das traqueídes são araucarianas, os campos de cruzamentos cupressoides e os raios xilemáticos unisseriados e com paredes horizontais lisas. Os resultados anatômicos permitiram a identificação de uma nova espécie, Chapmanoxylon maranhensis nov. sp., a qual se diferencia das demais espécies desse gênero, especialmente, com base na seriação das pontoações radiais e quantidades de pontoações por campos de cruzamentos. Esses resultados expandem a área de distribuição do gênero Chapmanoxylon nos depósitos do Permiano, uma vez que está sendo registrado pela primeira vez no Permiano do Brasil. Além disso, adiciona importantes informação para as discussões paleofitogeográficas da flora do permiana dessa bacia.
  • Item
    Levantamento de plantas ruderais do bairro Vila Anglo Brasileira, São Paulo
    (UNISA, 2024) Prado, Lais Forastieri de Almeida
    Plantas ruderais podem receber diferentes classificações, nativas, invasoras, exóticas ou introduzidas, naturalizadas, invasoras e ruderais.Elas podem ser aproveitadas de diferentes formas: no paisagismo, na alimentação, na farmacologia, na recuperação de áreas degradadas, como bioindicadores da qualidade de solos, no consórcio com outras espécies para melhoria da produção agrícola e principalmente na abundância e diversificação de animais polinizadores. O objetivo desse levantamento foi apresentar as espécies ruderais que compõe o Bairro Vila Anglo Brasileira. Através do método por caminhamento as espécies encontradas foram fotografadas, coletadas e identificadas. Todas as coletas foram localizadas por GPS. Posteriormente foi feita a herborização, preparação das exsicatas e depósito no Herbário Unisa. Foram encontradas 33 espécies pertencentes a 24 famílias botânicas. Entre as espécies coletadas, 18 são nativas e 12 naturalizadas ou introduzidas. Durante o trabalho foram identificados vários visitantes florais, como besouros, mariposas, abelhas. Isso comprova a importância desse tipo de vegetação em ambientes antropizados, pois atraem os polinizadores, principalmente as abelhas, que estão desaparecendo.
  • Item
    Equilíbrio de HARDY-WEINBERG: limitações e implicações práticas no âmbito da genética de populações
    (UNISA, 2023) Gorgone, Letícia Dolores
    A genética de populações é uma área da genética que permite uma visão generalizada e ampliada das frequências genéticas de determinada população. O equilíbrio de Hardy-Weinberg é um parâmetro utilizado dentro da área para verificar se as populações estão sendo atingidas por algum processo evolutivo e o quanto esses processos estão alterando as frequências alélicas da população. Diversos processos podem desviar a população do equilíbrio de Hardy-Weinberg, impedindo que este se estabeleça na maioria das populações naturais. Os objetivos deste trabalho foram demonstrar quais são os processos que impedem o estabelecimento do equilíbrio e como esses processos causam essa interferência, além de corroborar a importância do teorema. A metodologia empregada foi a revisão bibliográfica de caráter qualitativo nas bases da dados da PubMed e do Google Acadêmico. Como resultados, discutimos fatores que atuam contra o equilíbrio de Hardy-Weinberg, como a mutação, a migração, a deriva genética, a seleção natural e a seleção sexual. Essa alteração provoca mudanças nas frequências alélicas, as quais se dão por meio da inserção ou deleção de genótipos das populações, bem como através da seleção daqueles mais favoráveis. O equilíbrio de Hardy-Weinberg dificilmente pode ser aplicado na natureza, no entanto não deixa de ser um parâmetro importante para avaliar a ocorrência de processos evolutivos, assim como permite estimar determinados fenótipos, sejam desejados ou indesejados.
  • Item
    Modelagem da distribuição potencial do morcego vampiro comum (Desmodus rotundus) no estado do Amapá, norte do Brasil.
    (UNISA, 2023) Castro, Isai Jorge de
    Desmodus rotundus é uma espécie de morcego que possui grande importância sanitária por ser um dos principais transmissores do vírus da raiva. Ele possui ampla distribuição na região Neotropical, entretanto ainda há carências de estudos sobre áreas preferencias de ocorrência dessa espécie. Assim, este estudo visa gerar um modelo preditivo de distribuição de D. rotundus no estado do Amapá. O modelo de distribuição foi gerado utilizando o software Maxent 3.41, levando em consideração dados de ocorrência da espécie e quatro variáveis ambientais (distância de rios, altitude média, distância de estradas e vegetação). Pelo modelo gerado D. rotundus no Amapá, ocorre numa faixa preferencial que abrange toda região costeira do estado. Nessas áreas ficam localizadas áreas com forte presença de pecuária, incluindo criação de bovinos, bubalinos e equinos. Os resultados deste estudo, mostram que o Maxent é adequado para gerar modelos da distribuição de Desmodus rotundus, e que a altitude e a proximidade de rios, são fatores que podem ser determinantes para ocorrência da espécie no estado do Amapá. No entanto, sugere-se que em futuros estudos, seja incluído nas análises outras variáveis ambientais, tais como, as relacionadas com atividades da pecuária, que podem ter um papel importante na distribuição da espécie, devido à grande oferta de recurso alimentar. Espera-se que este modelo de distribuição, possa ser útil para as autoridades sanitárias, para auxiliar no monitoramento de populações de D. rotundus que possui importância sanitária relevante devido sua relação com a transmissão do vírus da raiva que é uma doença que acarreta morte de animais e humanos.
  • Item
    HTLV: análise das caractéristicas, diagnóstico e desafios para a saúde pública
    (UNISA, 2023) Rodrigues, Célia Cristina de Jesus
    O HTLV, sigla para Retrovírus Humano T-Linfotrópico, é um vírus que tem sido objeto de estudo e preocupação no campo da saúde pública devido às implicações significativas que possui. Este vírus, pertencente à família Retroviridae, é dividido em duas principais subtipos, HTLV-1 e HTLV-2, cada um com características distintas, mas ambos capazes de causar doenças crônicas em seres humanos. A compreensão das características gerais do HTLV é crucial para o diagnóstico preciso e a implementação de estratégias de controle eficazes. O vírus possui uma estrutura complexa e um ciclo de vida que envolve a integração do seu material genético no DNA do hospedeiro. A transmissão ocorre principalmente por meio de fluidos corporais, como sangue, sêmen, leite materno e secreções vaginais, tornando as relações sexuais desprotegidas, a amamentação e o compartilhamento de agulhas instrumentos potenciais vias de infecção. No contexto brasileiro, a epidemiologia do HTLV tem sido objeto de estudo em várias regiões do país. A prevalência varia consideravelmente, com algumas áreas apresentando taxas mais elevadas de infecção. Isso levanta questões sobre a distribuição geográfica do vírus, os grupos de risco envolvidos e a necessidade de medidas de controle direcionadas. O presente estudo tem como objetivo analisar as características, diagnósticos e desafios para a saúde pública no que se refere ao HTLV. A metodologia utilizada se trata de uma pesquisa qualitativa, por meio de uma revisão bibliográfica. Conclui-se que o HTLV é um vírus complexo com implicações significativas para a saúde pública. A análise das suas características, métodos de diagnóstico e os desafios enfrentados na prevenção e controle são cruciais para mitigar o impacto das doenças associadas a ele. Este estudo busca lançar luz sobre o HTLV e destacar a importância da conscientização, diagnóstico precoce e estratégias de saúde pública para lidar com esse vírus.