Comunicação Social | Jornalismo

URI Permanente para esta coleção

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 5 de 55
  • Item
    Jornalismo investigativo no livro: “Celso Daniel, política, corrupção e morte no coração do PT”
    (UNISA, 2018) Silva, Alexsandra Dias da
    Este trabalho demostrou uma análise comparativa no uso das técnicas do jornalismo investigativo sobre o livro “Celso Daniel: política, corrupção e morte no coração do PT” e também sobre a reportagem do jornal Folha de São Paulo “Celso Daniel: 10 anos sem solução”. A pesquisa para elaboração deste, tem suas bases bibliográficas em entrevistas. Com a intenção de trazer à luz qual a profundidade do jornalismo de investigação, nas reportagens convencionais e nos livros jornalísticos. O trabalho árduo do jornalista em toda execução, para fazer um livro-reportagem destaca o termo jornalismo investigativo que hoje não é tão somente para desvendar relatos, é também para contar fatos, apresentar pesquisas e documentos autênticos, confirmar fontes, entre outras coisas, de maneira que venha contribuir para o conhecimento de toda uma verdade pela sociedade. Por fim, o comparativo vislumbrou que as técnicas do jornalismo investigativo são mais abrangentes e profundas na construção do livro-reportagem que na reportagem do jornal convencional.
  • Item
    Jornalismo literário na obra de Adriana Carranca no livro: o Afeganistão depois do Talibã
    (UNISA, 2018) Mendonça, Ana Flavia Galdino
    A união entre literatura e jornalismo contribuem para o desenvolvimento de novos modelos de narrativas. O livro reportagem, utiliza um modelo textual que nasceu e se definiu no limite das duas áreas. O livro é um veículo de comunicação que abre espaço para construção de histórias que não teriam utilidade no jornalismo diário. Com base na estrela de sete pontas, que caracteriza o jornalismo literário e a partir do mapeamento e análise dos relatos contados no livro O Afeganistão depois do Talibã, e da reportagem da revista NATO também sobre ”O Afeganistão: o que tem corrido de bem o que tem corrido mal, ” será feita uma análise comparativa, onde serão apontadas as possíveis semelhanças na construção das narrativas.
  • Item
    Arte para vida: uma reportagem multimidiática sobre arteterapia
    (UNISA, 2016) Alma, Amanda Cerqueira Lima
    O presente Trabalho de Conclusão de Curso tem por objetivo apresentar os resultados da pesquisa acerca do tema arteterapia, por meio de uma reportagem multimidiática disponibilizada na plataforma online. Foram necessários muitos estudos para se chegar à conclusão de como as artes, em geral, podem auxiliar no tratamento de diversas doenças (psiquiátricas, cognitivas e motoras) e este surgiu com a finalidade de transmitir a eficácia da arte nesses tratamentos por meio do instrumental jornalístico.
  • Item
    PODCAST: a relação de adolescentes com o jornalismo
    (UNISA, 2019) Monteiro, Guilherme Zacarias
    O presente trabalho buscou mostrar a relação de adolescentes moradores de bairros periféricos com o jornalismo. Para o seu desenvolvimento foram entrevistadas uma pesquisadora em ciências da comunicação e uma jornalista que trabalha com o público infanto-juvenil. Além delas, sete jovens estudantes com idades entre 14 e 17 anos, moradores de bairros da zona sul de São Paulo, também participaram das entrevistas. A fundamentação teórica está baseada nos conceitos de podcast, radiojornalismo e na apresentação de um panorama da discussão sobre adolescência e jornalismo no Brasil. Como resultado, foi produzido o podcast “Caderno de Pautas”.
  • Item
    O papel das mídias na mudança de comportamento das agências de comunicação das organizações
    (UNISA, 2017) Lima, Cátia de Souza
    O jornalismo é de suma importância nos dias de hoje, afinal de contas sem a sua principal função que é o ato de informar, estaríamos aquém das notícias que circulam no mundo. Além disso, tem a capacidade de revelar a verdade às pessoas, na medida em que preze pela ética jornalística e tenha a responsabilidade de verificar todos os lados da história e, desta forma, acirrar o senso crítico de quem ouve os fatos. Muitas vezes a profissão traz à tona informações que acabam nos surpreendendo, pois propaga e evidência de situações jamais inimagináveis, como denúncias de assédio sexual que envolvem pessoas famosas e repercutem nos veículos tradicionais como também nas redes sociais. Esse trabalho objetiva pesquisar sobre o impacto das redes digitais de comunicação sobre as relações sociais contemporâneas e como analisar as metamorfoses em curso nas organizações, em decorrência da revolução digital e de seus desdobramentos no sistema comunicacional, já que vivemos na era do empoderamento do consumidor, graças à abundância de informações e às comunidades em rede. A comunicação empresarial tem exigido das empresas e dos profissionais uma conduta adequada aos novos tempos e desafios. O estudo está ancorado na pesquisa qualitativa uma vez que considera que há uma relação dinâmica entre o mundo real e o sujeito a partir da interpretação do fenômeno, sem o uso de métodos e técnicas estatísticas, mas especificamente um trabalho de observação. A conclusão nos faz refletir sobre a comunicação praticada pelas organizações no mundo contemporâneo, globalizado, no qual o conhecimento e a comunicação são rapidamente compartilhados por meio das tecnologias disponíveis.