DSpace Repository

Diagnóstico sorológico e molecular de Leishmania infantum baseado no gene de Catepsina L-like de cães mantidos no Centro de Controle do Zoonoses do município de Marabá, Pará.

Show simple item record

dc.contributor.author Campolongo, Caio Izidoro
dc.date.accessioned 2021-06-02T19:11:59Z
dc.date.available 2021-06-02T19:11:59Z
dc.date.issued 2020-12
dc.identifier.uri http://hdl.handle.net/123456789/602
dc.description.abstract As espécies do gênero Leishmania são parasitas intracelulares obrigatórios, responsáveis por grave zoonose em todo o mundo, a leishmaniose. No Brasil, a espécie mais importante é Leishmania infantum, que tem como principal vetor o flebotomíneo Lutzomyia longipalpis. Entre os hospedeiros estão mamíferos como canídeos silvestres e domésticos e os seres humanos. No meio urbano os cães domésticos são o principal reservatório do parasita, sendo que casos em cães precedem os casos humanos em uma região. No Brasil a região norte e nordeste do país são as que mais notificam casos de leishmaniose visceral em cães e humanos. Na região norte se destaca o estado do Pará, que vem apresentando mais casos da doença nos últimos anos, tendo o município de Marabá segundo maior número de casos de Leishmaniose visceral em humanos nos últimos anos. O trabalho foi realizado utilizando-se 400 amostras de sangue e soro de cães presentes e atendidos no Centro de Controle de Zoonoses do município de Marabá. As amostras obtidas foram testadas com o método de diagnóstico sorológico DPP, recomendado pelo Ministério da Saúde como método de triagem oficial, e diagnóstico molecular PCR, utilizando gene da Catepsina L-like, tendo melhor especificidade e sensibilidade que outros testes. A prevalência encontrada foi de 75,5 % (302/400) nos testes de pesquisa de anticorpos, representando um número de 302 animais e de 59,25% (237/400) no teste molecular, representando um número de 237 animais. Os resultados demonstram que o parasita Leishmania infantum se encontra amplamente distribuído na região de estudo. pt_BR
dc.subject Leishmania infantum, Leishmaniose visceral, Marabá pt_BR
dc.title Diagnóstico sorológico e molecular de Leishmania infantum baseado no gene de Catepsina L-like de cães mantidos no Centro de Controle do Zoonoses do município de Marabá, Pará. pt_BR
dc.type Working Paper pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account