DSpace Repository

Análise comparativa do grau de liberdade rotacional e da integridade física das conexões protéticas de diferentes implantes com hexágono interno

Show simple item record

dc.contributor.author Bergamim, Macson
dc.date.accessioned 2017-02-07T18:40:23Z
dc.date.available 2017-02-07T18:40:23Z
dc.date.issued 2005
dc.identifier.uri http://hdl.handle.net/123456789/43
dc.description.abstract A adaptação passiva entre prótese e intermediário é considerada um requisito básico para o sucesso do tratamento protético em implantes odontológicos. Este trabalho teve a finalidade de avaliar e quantificar o grau de liberdade rotacional na interface implantes/componentes protéticos usinados, em implantes com hexágono interno de diferentes sistemas, com aplicação de torque controlado. Foram utilizados 75 conjuntos de amostras (Implantes de hexágono interno,pilares protéticos preparáveis com altura gengival de 2mm, com seu respectivo parafuso de retenção) de cinco marcas comerciais: a) Frialit, b) 3i, c) Conexão, d) Sin e e) Neodent. As dimensões das amostras de implantes variaram entre 4,0 a 4,5mm de diâmetro externo por 13mm de comprimento. Utilizando-se um dispositivo para avaliação da liberdade rotacional e um microscópio eletrônico de varredura (MEV) para verificação da integridade física das paredes internas dos hexágonos envolvidos, antes e durante aplicação de torque controlado, obtivemos os valores médios necessários. Com as médias obtidas aplicamos os testes estatísticos com ANOVA e Tukey (p<0,05). Na análise ao MEV obteve-se registro de deformações tanto na parede interna do hexágono {deformações tipo arranhões) como também nos ângulos externos dos pilares protéticos (deformações tipo amassamento dos ângulos). Todos os grupos apresentaram média de desajuste rotacional inferior a 5°, indicando adequada estabilidade das conexões estudadas. Os valores médios individuais antes do torque foram: 1 º 3i {1,45°), 2º Frialit (1,77°), 3º Neodent (3,88°), 4º Sin (3,95°), 5° Conexão (4,23°) ,e durante o torque obtivemos os seguintes valores: 1 º 3i (1,70°), 2º Frialit (1,98°), 3º Sin (4,20°), 4° Neodent (4,28°), 5º Conexão (4,52°). Não houve diferença estatisticamente significante na média de desajuste entre as marcas comerciais Frialit e 3i, tampouco entre as marcas comerciais Conexão, Sin e Neodent. Houve diferença na média, estatisticamente significante (p<0,05), na liberdade rotacional dos componentes Frialit e 3i quando comparada aos componentes Conexão, Sin e Neodent. pt_BR
dc.language.iso other pt_BR
dc.subject Odontologia. Implantodontia. pt_BR
dc.title Análise comparativa do grau de liberdade rotacional e da integridade física das conexões protéticas de diferentes implantes com hexágono interno pt_BR
dc.type Other pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account