DSpace Repository

Alterações hematológicas em cães diagnosticados em Ehrlichia canis por PCR ou sorologia

Show simple item record

dc.contributor.author Queiroz, Sthephany Erings de
dc.date.accessioned 2019-06-19T15:13:47Z
dc.date.available 2019-06-19T15:13:47Z
dc.date.issued 2019-02
dc.identifier.uri http://hdl.handle.net/123456789/343
dc.description.abstract A Erliquiose Monocítica Canina no Brasil vem apresentando casuística crescente em hospitais e clínicas veterinárias. Devido a necessidade de realizar um diagnóstico rápido para melhor bem-estar do animal, existe a necessidade de mais conhecimento sobre as alterações hematológicas presentes em animais com suspeita de Erliquiose canina. Essas informações podem ser de grande ajuda para o médico veterinário, especialmente em casos com sintomatologia inespecífica, que podem evoluir para um quadro de prognóstico reservado a ruim. O presente projeto possuiu como objetivo geral, avaliar as alterações hematológicas em cães atendidos no Hospital Veterinário da Universidade Santo Amaro, apresentando trombocitopenia e diagnosticados com Ehrlichia canis. Os objetivos específicos foram: (1) Correlacionar os dados encontrados no hemograma dos cães com diagnostico molecular e sorológico positivo para E. canis; (2) Correlacionar os dados encontrados no hemograma dos cães com diagnostico sorológico positivo para E. canis. Os 54 (cinquenta e quatro) cães foram divididos em 3 grupos para análise deste estudo científico, sendo distribuídos da seguinte maneira: Grupo 1: cães apresentando alterações clínicas ou trombocitopenia no hemograma e com diagnostico molecular e sorológico positivo para E. canis; Grupo 2: cães apresentando alterações clínicas trombocitopenia no hemograma e com diagnostico sorológico positivo para E. canis; Grupo 3: cães apresentando alterações clínicas ou trombocitopenia no hemograma e negativo no diagnostico molecular e sorológico para E. canis. Com este estudo pode-se concluir que: a) a trombocitopenia e a anemia são os mais importantes achados hematológicos em todas as fases da enfermidade, podendo também ocorrer a pancitopenia; b) testes moleculares e sorológicos são úteis e devem ser utilizados em conjunto com a história clínica do animal com fim de diagnosticar e diferenciar a doença entre as fases aguda, crônica e assintomática. pt_BR
dc.subject Ehrlichia canis pt_BR
dc.subject Trombocitopenia pt_BR
dc.subject Cães pt_BR
dc.subject Sorologia pt_BR
dc.title Alterações hematológicas em cães diagnosticados em Ehrlichia canis por PCR ou sorologia pt_BR
dc.type Working Paper pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account