Repositório Institucional

Avaliação do microagulhamento na terapêutica da alopecia x em cães da raça spitz alemão

Mostrar registro simples

dc.contributor.author Baptista, Alexandre Bastos
dc.date.accessioned 2018-09-25T23:42:43Z
dc.date.available 2018-09-25T23:42:43Z
dc.date.issued 2018-07
dc.identifier.uri http://hdl.handle.net/123456789/241
dc.description.abstract A alopecia X é uma dermatopatia não inflamatória e não pruriginosa, de etiopatogenia desconhecida, que afeta principalmente cães da raça spitz alemão (lulu da Pomerânia). A doença caracteriza-se pela perda progressiva do pelame, poupando apenas a cabeça e membros em seus estádios mais avançados. A grande popularidade do spitz alemão, uma das raças de cães mais criada no Brasil, somada à elevada ocorrência da alopecia X nestes animais e ao sucesso apenas parcial dos tratamentos disponíveis, tornam prementes o desenvolvimento e avaliação de outras alternativas terapêuticas para esta enfermidade. Por estes motivos, o objetivo principal do presente estudo foi avaliar a eficácia do microagulhamento no tratamento da alopecia X. A casuística foi composta por 23 cães da raça spitz alemão, diagnosticados com alopecia X. Todos os animais foram submetidos à técnica mista de microagulhamento, desenvolvida para este estudo, utilizando-se o rolo dérmico (região truncal) e a caneta dérmica (regiões cervical e perineal, membros pélvicos e cauda). Um novo método, o DAX-sa, foi desenvolvido e utilizado para estimar de forma objetiva a resposta terapêutica ao microagulhamento. Os índices de recrescimento piloso obtidos com o microagulhamento neste estudo foram: Excelente Recrescimento (80 a 100% de recrescimento piloso) em 14 cães (61%); Bom Recrescimento (60 a 80%) em 3 cães (13%); Razoável Recrescimento (40 a 60%) em 3 cães (13%); Mínimo Recrescimento (0 a 40%) em 3 cães (13%). O microagulhamento foi eficaz em promover o recrescimento piloso nos casos de alopecia X com perda severa do pelame (>80%), em casos crônicos (com duração superior a 24 meses) e em casos já tratados anteriormente com trilostano e melatonina, sem resposta. Estes resultados demonstraram que o microagulhamento é uma opção terapêutica satisfatória nos casos de alopecia X em cães da raça spitz alemão, com um elevado índice de recrescimento piloso e, portanto, uma alternativa viável aos tratamentos hormonais convencionais. pt_BR
dc.subject Alopecia pt_BR
dc.subject Cães pt_BR
dc.subject Folículo piloso pt_BR
dc.subject Dermatopatias pt_BR
dc.subject Sptiz alemão pt_BR
dc.title Avaliação do microagulhamento na terapêutica da alopecia x em cães da raça spitz alemão pt_BR
dc.type Working Paper pt_BR


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta