DSpace Repository

Avaliação da função ventricular esquerda por meio de ecocardiograma bidimensional e “speckle tracking” em cães com hiperadrenocorticismo espontâneo

Show simple item record

dc.contributor.author Francisco, Rodrigo
dc.date.accessioned 2017-10-10T19:32:33Z
dc.date.available 2017-10-10T19:32:33Z
dc.date.issued 2017
dc.identifier.uri http://hdl.handle.net/123456789/165
dc.description.abstract O hiperadrenocorticismo (HAC) é uma endocrinopatia caracterizada por concentrações persistentemente elevadas de cortisol na corrente sanguínea e manifestações clínicas diversificadas. Aproximadamente metade dos cães com HAC desenvolvem hipertensão arterial sistêmica (HAS) podendo evoluir para hipertrofia ventricular esquerda. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a função sistólica do ventrículo esquerdo em cães com HAC, por meio da ecodopplercardiografia bidimensional e speckle-tracking (2D-STE) correlacionando os achados ecocardiográficos com a presença de hipertensão arterial sistêmica e hipertrofia miocárdica do ventrículo esquerdo. Foram incluídos 16 cães com diagnóstico de HAC (Grupo 1) e dez cães hígidos para compor o grupo controle (Grupo 2). O Grupo 1 compreendeu 16 animais, sendo 3 machos e 13 fêmeas, com idade média de 11,18 ± 3,05 anos, peso médio de 7,45 ± 2,4 kg e PAS média de 161 ± 25 mmHg e o Grupo 2 compreendeu dez animais, sendo 7 machos e 3 fêmeas com idade média de 6,4 ± 2,95 anos, peso médio de 5,28 ±1,54 Kg e PAS média de 128,9  14,33. Foi observado hipertrofia miocárdica do tipo concêntrica na ecocardiografia convencional em 18,75% (n=3/16) dos animais com HAC, dentre esses, 33,3%, (n= 1/3) era normotenso e 66,6%, (n = 2/3) eram hipertensos. Os valores da média global de StR (s-1 ) radial (p= 0,019), StR (s-1 ) circunferencial endocárdico (p= 0,005), epicárdico (p= 0,003) e StR (s-1 ) longitudinal epicárdico (p= 0,043) obtidos por meio do speckle tracking (2D-STE) foram superiores àqueles encontrados no grupo controle. Não foi identificada disfunção sistólica em nenhum animal com HAC, e da mesma forma, não foi observada correlação entre a hipertensão arterial sistêmica e a hipertrofia ventricular esquerda com as variáveis analisadas do 2D-STE. A hipótese inicial, de que o 2D-STE permitiria a identificação precoce de disfunção sistólica não detectada pela ecocardiografia convencional, não foi confirmada no presente estudo. Todavia, a identificação de maior deformação miocárdica nos cães com HAC foi um achado inesperado, que necessitará de mais estudos para esclarecer o seu significado sobre a dinâmica miocárdica em cães com hiperadrenocorticismo hipofisário. pt_BR
dc.language.iso other pt_BR
dc.subject Cães pt_BR
dc.subject Ecocardiograma pt_BR
dc.subject Hiperadrenocorticismo pt_BR
dc.subject Miocárdio pt_BR
dc.subject Strain Rate pt_BR
dc.title Avaliação da função ventricular esquerda por meio de ecocardiograma bidimensional e “speckle tracking” em cães com hiperadrenocorticismo espontâneo pt_BR
dc.type Other pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account